Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Controversa Maresia

um blogue de Sofia Vieira

Controversa Maresia

um blogue de Sofia Vieira

querido

por Vieira do Mar, em 08.05.11

isto não tem sido fácil entre nós. O do meio, esmifrado entre expectativas por cumprir, mecanismos de compensação e, por vezes, alguma incompreensão mútua, cresceste à sombra da minha culpa. Foste, como os outros, um peão quando as coisas deram para o torto. É sempre assim, e quem diz que não é, mente. Andaste em bolandas, sofreste que te fartaste. Hoje, perto de te tornares um homem, estás mais tonto e infantil do que nunca. Fazes muitos disparates. É da idade, dizem, parece que do armário. Mas em contrapartida estamos mais em paz um com o outro e já não precisamos, nem da minha condescendência, nem do teu silêncio contristado, para nos darmos bem. Agora somos só nós, sem muletas nem amparos. Nem chantagens. Cada um no seu papel. Conversamos mais,  contas-me muitas coisas e eu espanto-me com o quanto somos, estranhamente, parecidos: distraídos quase ao ponto da alienação, irresponsáveis, desconcertantes, irritantes, teimosos que nem mulas. Atravessamos a rua sem olhar (eu só olho quando vens comigo por sei que não o fazes) e temos esta mania de estragar os electrodomésticos e as electrónicas com a mais pura das negligências. Mas tu tens uma memória muito melhor que a minha e, sem leres a porcaria de um livro, sem estudares para a porra de um teste, levando-me à loucura com esse desprendimento como se a vida fosse só viver, sabes tudo sobre tudo. Guias-me a sítios desconhecidos à primeira, sem GPS nem mapas, é-te instintivo, és o meu co-piloto. Bates-me sempre quando vemos o malato, se lá fosses saías rico. Apetece-me pôr-te a render no poker on line, quando jogas ganhas a todos, adultos e miúdos. Queria fazer um vídeo de ti a brilhares naqueles riffs dos Gun´s and Roses, dos Stones, AC/DC, Dire Straits, ou dos Pearl Jam, com a Yamaha eléctrica que te ofereci, pô-lo no youtube e gritar ao mundo que aquele ali é o meu filho. Tenho um orgulho em ti que nem te passa e, na verdade,  não me importa que só tenhas três e dois quatros e uma nota de mau comportamento, ou pelo menos, não me importa assim muito. Porque no dia da mãe acordaste-me. Trazias um tabuleiro na mão com um petit gateaux de chocolate (que por acaso era enorme), com cereais em cima que escreviam a palavra mãe, uma omolete primorosamente cozinhada e um galão quentinho. Era domingo, e tinhas posto o despertador às nove da manhã para teres tudo pronto às onze. E é assim, que me derreto contigo e que te desculpo quando me invades a casa com meia dúzia de matulões com cérebros de girino que me arrasam o frigorífico e me deixam um rasto a chulé no corredor. A propósito, tens de ver se passas a andar mais devagar de bicicleta, saltar seis degraus de uma vez só é perigoso, para mais sem mãos. E de aprender que os moche têm sms grátis, mas que também o são para os pais, e não apenas para os amigos. E que a bateria é uma coisa que se gasta e se tem de pôr a carregar. Só às seis da tarde consegui dar-te os parabéns. Vale que depois houve abraços e beijinhos em barda senão acho que teria morrido. Adoro-te, querido.

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2004
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D