Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Controversa Maresia

um blogue de Sofia Vieira

Controversa Maresia

um blogue de Sofia Vieira

stalker

por Vieira do Mar, em 03.10.09

Olhou para a caixa sobre a mesa como se  aquela a chamasse e virou a cara, tentando pensar noutra coisa.  Das colunas futuristas em forma de adn,  saía um jazz débil. Pegou novamente no best seller que andava a empastelar há semanas mas, sem mesmo chegar ao fim do parágrafo, fechou o livro com raiva e sem marcar a página, entaramelando os dedos na urgência de destapar a caixa e tirar lá de dentro a fotografia. Como sempre, achou-o lindo. Sabia-se absolutamente incapaz de se reter nas imperfeições físicas que, de certeza, teriam saltado de imediato aos olhos de outra pessoa. Não tinha por hábito achar os homens bonitos, muito menos lindos. Mas a ele, achara-o logo impossivelmente perfeito. Pensou que era tonta, consciente da subjectividade do olhar, da distorção que provocava na sua percepção aquilo que  (sei lá) sentia por ele. Uma coisa violenta, que retornava a ela como ondas, num assomo de marés. Perdeu-se logo ali numa série de clichés, como no quanto gostaria de mergulhar naqueles olhos claros, rindo da pobreza imagética da metáfora, tão pouco original. Na verdade, no que ela gostaria de mergulhar não era, decididamente, nos olhos. Decidiu que um dia lhe faria uma espera, uma tocaia indecorosa em que se atiraria nos seus braços antes que ele pudesse reagir. Ou talvez se limitasse a virar-lhe costas, deixando-lhe no ar o perfume do que perdera. Sem qualquer explicação razoável, lambeu a fotografia, molhando-o do colarinho branco à testa. Sentiu o sabor adocicado do papel semi gloss na língua e perguntou-se, pela milésima vez, o coração acelerado como se ele uma presença de verdade,  a que saberão os teus beijos?

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D