Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Controversa Maresia

um blogue de Sofia Vieira

Controversa Maresia

um blogue de Sofia Vieira

...

por Vieira do Mar, em 05.10.09

weeds

por Vieira do Mar, em 04.10.09

As declarações da Presidente da Câmara de Salvaterra de Magos foram surrealistas, eu não quis acreditar no que estava a ouvir, sério. Aliás, o BE é um partido que não existe,  sendo incompreensível que tenha sempre tantos votos, para mais agora que já passou a novidade. Quer dizer, não tão incompreensível assim, na verdade. Perguntei à minha filha, um ser absurdamente social com amigos na ordem dos três dígitos, em quem é que votavam aqueles que ela conhece com mais de 18 anos. No BE, respondeu-me sem hesitar. Mas porquê?, interroguei-me (apesar da razão óbvia: a de que os adolescentes de 18 anos ainda têm o cérebro por acabar de formar). É simples, mãe: é que o BE promete a legalização das drogas leves.

 

(...)

 

Para além do mais, e depois do que ouvi hoje, concluo que a senhora em questão não esperou que as ditas fossem legalizadas.

 

(sendo que a cena do joão jardim a mandar vir com os polícias também foi divertida)

...

por Vieira do Mar, em 03.10.09

                  a tua voz é uma lagoa sulfurosa, tanto me aquece como me envenena.

american idol

por Vieira do Mar, em 03.10.09

Atrasada e à mercê da caridade da tevê cabo, como sempre, só ontem vi a final do American Idol deste ano, na Fox (acho). Vinha a seguir a coisa mais ou menos desde as provas iniciais (as minhas favoritas, com as figuras tristes dos nerds e doidos... que querem?), e desde cedo o meu favorito foi Adam Lambert, um gótico com um talento incrível. Nunca acreditei que ganhasse, era demasiado estranho e fora do vulgar para o convencional (básico) público médio norte-americano, seguramente a maioria dos que deram cem milhões de votos à final. Acabou por ganhar Kris Allen, o típico menino bonitinho de boa voz e pouco mais. Mas o que eu queria dizer é que a final foi um espectaculaço, como, sinceramente, só os norte-americanos sabem fazer. No vídeo, o número de Adam Lambert com os Kiss. Gosto dele, acho que o miúdo tem mesmo pinta de verdadeira estrela, além de ser muito bonito e muito alto.

 

stalker

por Vieira do Mar, em 03.10.09

Olhou para a caixa sobre a mesa como se  aquela a chamasse e virou a cara, tentando pensar noutra coisa.  Das colunas futuristas em forma de adn,  saía um jazz débil. Pegou novamente no best seller que andava a empastelar há semanas mas, sem mesmo chegar ao fim do parágrafo, fechou o livro com raiva e sem marcar a página, entaramelando os dedos na urgência de destapar a caixa e tirar lá de dentro a fotografia. Como sempre, achou-o lindo. Sabia-se absolutamente incapaz de se reter nas imperfeições físicas que, de certeza, teriam saltado de imediato aos olhos de outra pessoa. Não tinha por hábito achar os homens bonitos, muito menos lindos. Mas a ele, achara-o logo impossivelmente perfeito. Pensou que era tonta, consciente da subjectividade do olhar, da distorção que provocava na sua percepção aquilo que  (sei lá) sentia por ele. Uma coisa violenta, que retornava a ela como ondas, num assomo de marés. Perdeu-se logo ali numa série de clichés, como no quanto gostaria de mergulhar naqueles olhos claros, rindo da pobreza imagética da metáfora, tão pouco original. Na verdade, no que ela gostaria de mergulhar não era, decididamente, nos olhos. Decidiu que um dia lhe faria uma espera, uma tocaia indecorosa em que se atiraria nos seus braços antes que ele pudesse reagir. Ou talvez se limitasse a virar-lhe costas, deixando-lhe no ar o perfume do que perdera. Sem qualquer explicação razoável, lambeu a fotografia, molhando-o do colarinho branco à testa. Sentiu o sabor adocicado do papel semi gloss na língua e perguntou-se, pela milésima vez, o coração acelerado como se ele uma presença de verdade,  a que saberão os teus beijos?

sou excelente

por Vieira do Mar, em 02.10.09

a detectar padrões de comportamento (o que pode ser uma merda).

esmiucemos o tempo de antena

por Vieira do Mar, em 01.10.09

Não percebi a atitude de Ricardo Araújo Pereira, ontem, com Pedro Santana Lopes, que usou o programa para a mais desavergonhada propaganda, aproveitando-se do silêncio do primeiro. Não sei se RAP pensou "deixa-o falar, que faz o espectáculo sozinho", mas a verdade é que PSL vinha com a cassete bem metida e trazia a campanha na ponta da língua - embora, sinceramente aquilo tenha parecido mais as recomendações legais que se ouvem em tom acelerado no fim dos anúncios na rádio a medicamentos de venda livre: a foçanguice verbal é tanta, que ninguém percebe nada do conteúdo da mensagem. É que até as perguntas de RAP foram fracas e previsíveis. Pronto, não deve ser fácil ser diariamente genial e superar sempre as altíssimas expectativas de todos os espectadores fãs dos Gato (nos quais me incluo), mas bolas!, estamos a falar de Pedro-Santana Lopes, o palhaço, o bobo-mor da classe política, aquele cuja estupidez e incompetência são de tal modo ubíquas, que conseguiu fazer merda,  tanto no governo, como na autarquia. Havia tanto por onde pegar, caraças!, que inexplicável desperdício...

viu-se pelo discurso

por Vieira do Mar, em 01.10.09

que Cavaco Silva nunca leu Stieg Larsson.

Pág. 3/3

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D