Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Controversa Maresia

um blogue de Sofia Vieira

Controversa Maresia

um blogue de Sofia Vieira

...

por Vieira do Mar, em 26.08.08

 

 

 Eu não sei de oração senão perguntas
ou silêncios ou gestos ou ficar
de noite frente ao mar não de mãos juntas
mas a pescar.
Não pesco só nas águas mas nos céus
e a minha pesca é quase uma oração
porque dou graças sem saber se Deus
é sim ou não.

 

(Manuel Alegre)

 

a não perder

por Vieira do Mar, em 21.08.08

Miguel Esteves Cardoso, uma hora e sete minutos de puro génio.

aqui

por Vieira do Mar, em 20.08.08

no retiro monástico em que me encontro o resto do mundo chega-me aos soluços e praticamente sem imagem. Como sou pouco dada ao desporto, não lamento por aí além não estar a acompanhar os Jogos Olímpicos, excepto no que concerne à ginástica feminina - a quinta essência da perfeição, que adoro sempre ver.  Tive no entanto a impressão de que as declarações daquele rapaz português da vela foram assim um bocadinho para o mete nojo.

só mais um bocadinho

por Vieira do Mar, em 18.08.08

and now for something completely different

por Vieira do Mar, em 10.08.08

Tango, Daniela Pucci & Luis Bianchi: Oblivion.

 

 

(isto é muito, muito bonito)

Dane Cook - Why women win fights

por Vieira do Mar, em 10.08.08

 

(isto é muito, muito engraçado)

boas férias!

por Vieira do Mar, em 08.08.08

 


(do meu quarto)

 

 

 Achei a primeira hora da abertura dos Jogos Olímpicos absolutamente extraordinária. O resto não vi, que hoje ainda foi dia de trabalho. O último. Sort of. Hoje à noite, a deitar os bofes pela boca e com uns bons quilos a menos à conta dos trabalhos forçados do último mês (ele há males que vêm por bem e é verdade que o trabalho intelectual também emagrece: em especial porque nos esquecemos de comer), rumarei ao Oeste, onde me espera uma casa pequena em cima de dois quilómetros de praia deserta. Ficarei à mercê dos humores de um gerador eléctrico  e da boa vontade dos bombeiros voluntários da vila mais próxima,  e do seu camião-cisterna, que transporta a água para os banhos e para a loiça. O resto é cerveja fresca, sardinhas assadas, lagosta suada,  talhadas de melão, sol, areia, o atlântico gelado, e a minha gente comigo.  O verdadeiro luxo é isto. Aconselho-vos nos próximos dias a procurarem outras leituras: ligada à realidade exterior por um portátil com placa de net, uma máquina digital compatível e alguns jornais do dia, este blogue corre o risco de se tornar num desinteressante fotolog das férias em família, tipo cão e gato ao pôr-do-sol, a estrela-do-mar na mão do menino ou a gaivota a caminho da berlenga. Estais avisados. Deixo-vos com uma das músicas mais bonitas do cancioneiro cubano,  Amor Verdadero (até o título é bonito), nesta fantástica versão dos Afro Cuban All Stars, com o pianista Ruben Gonzalez. Agarrem na pessoa ao vosso lado. Dancem. E Boas férias.

 

 

 

 

 

 

 

 

adenda: não queria falar de coisas tristes, mas estou derramadinha para dizer isto: pena o outro não ter quinado, também. Quanto aos desabafos xenófobos a la moita flores, tipo, são mais os brasileiros e os de leste porque vêm de uma cultura de violência, olhem, uma tristeza.

 

 

 

 

 

 

gostei muito

por Vieira do Mar, em 08.08.08

do primeiro episódio de Saving Grace.

as minhas insónias

por Vieira do Mar, em 06.08.08

não são nada edificantes: ando viciada na Liga dos Últimos.

" A puérpera benevolente"

por Vieira do Mar, em 05.08.08

 

Entretanto, o Letrário teve a  enorme gentileza de me convidar a escrever um conto para a sua editora on line.  Na falta de melhor que fazer no estio, podem lê-lo aqui  (é um bocadinho ao estilo das Crónicas ).  Aconselho, no entanto,  a que não percam os outros: são muito bons  (estou em excelente companhia).

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D