Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Controversa Maresia

um blogue de Sofia Vieira

Controversa Maresia

um blogue de Sofia Vieira

não quero nem saber

por Vieira do Mar, em 15.04.09

Não sei como vai o caso freeport, nem o casa pia, nem o apito dourado, nem que desmandos andam por aí a fazer, os principais representantes dos nossos orgãos de soberania e afins, deixei de ver telejornais nacionais. A mediocridade intelectual das nossas classes política e judiciária, compostas essencialmente por bimbos  orgulhosos da sua infância de plantadores de couves,  que trazem ainda incorporado o chip do temor reverencial ao senhor da terra (hoje em dia, um bimbo-mor qualquer  apenas um bocadinho mais acima na cadeia alimentar), faz com que já nada do que possam dizer ou fazer me espante, tanto de um lado como do outro. Perdi completamente a paciência para declarações, contra-declarações e declarações contrárias às contra-declarações, todas vazias de significado. Na prática, cada corporação, priorado, associação, assembleia, concelho ou puro e simples grupo de malfeitores,  continua a fazer aquilo que muito bem entende, sem qualquer sentido de Estado, nas tintas para as pessoas e para a justiça com jota grande. Parecem todos umas sopeiras armadas em finas,  umas elizas doolittle na fase intermédia de aprendizagem, quando ainda se nota o sotaque das berças e a mão lhes foge para a anca mas, com esforço,  lá evitam a gritaria.  Não há pior do que estas meias tintas institucionais em que o país vive, feitas de insinuações, de dizquedisses, suspeitas, bocas, mentideros e desmentidos. E  a comunicação social, de uma domesticidade confrangedora, a chafurdar nos seus próprios  objectivos,  imediatos e comezinhos, não ajuda; antes, contribui para o nojo e o tédio de quem a ouve e lê.  Faz falta quem pegue fogo a este circo.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2005
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2004
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D